Notícias da área jurídica

15 de maio de 2013, às 19h38min

Juíza do caso Maurício Mattar aconselha filha de ator a trabalhar para se sustentar

 
O caso Mattar não acabou bem para Petra Mattar, a filha de 19 anos do ator. Segundo o site 'Ego', a Juíza que julgou o processo aconselhou a jovem a trabalhar para ajudar a garantir seu sustento. "É saudável e apta para o trabalho, de modo que pode e deve contribuir para o próprio sustento, complementando a pensão recebida", disse Claudia Caputo Bevilacqua Vieira.

Maurício Mattar, 49, conseguiu nessa terça (15) na Justiça o direito de pagar apenas R$ 4,5 mil de pensão alimentícia para a filha. A notícia foi dada pelo advogado do ator, Rogério Rayol: "Essa decisão saiu hoje e é retroativa à 2010. Ou seja, todos os valores devidos pelo meu cliente, e que somavam R$ 34 mil (este valor é parte dos R$ 116.279,52, e que deveria ser pago imediatamente para o ator não ser preso) agora chegam a R$ 13,5mil. Além disso, pedimos para levarem em consideração que, durante todo esse tempo, mesmo não tendo pago a pensão, que era um valor absurdo, ele pagava o aluguel do apartamento onde a filha vive e o condomínio. Só de aluguel ele pagou R$ 3 mil por dez meses".

Na manhã desta terça-feira (14), a advogada da filha do ator, Heloísa Cabrini, disse ao Ego que entraria com o pedido de prisão de Maurício Mattar. "É o juiz quem vai decidir. Sei que eles protocolaram três petições, mas ainda não sei do que se trata. E a menina não vive de explicações".
 

Fonte: Yahoo OMG
Categoria: Direito de Família

NOTÍCIAS MAIS LIDAS
18 de maio de 2015, às 09h18min
A Quarta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) alinhou-se à posição já adotada pela Terceira Turma e passou a admitir a legitimidade d...
21 de maio de 2015, às 16h26min
"Não é qualquer dorzinha que dá direito a uma compensação em dinheiro, mas a que o Reclamante teve e tem, certamente, é de indenizar. Caiu, ...
23 de abril de 2015, às 09h04min
O Supremo Tribunal Federal (STF) irá decidir se é constitucional a regra do Código Civil (CC) que prevê regimes sucessórios diferentes para ...
NOTÍCIAS MAIS COMENTADAS
04 de maio de 2015, às 15h43min
Para caracterizar a boa-fé na compra de uma coisa, a ignorância quanto ao vício que impedia essa aquisição não pode resultar de postura pass...
04 de maio de 2015, às 15h33min
A Segunda Seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ) definiu que a petição inicial da ação monitória para cobrança de soma em dinheiro prec...
04 de maio de 2015, às 09h29min
A 8º Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região reconheceu que a gorjeta, independentemente de ser cobrada compulsória ou opcionalmente...